Em meio a nova onda da COVID-19, Governo do Estado decreta suspensão geral de atividades entre as 22h e as 5h

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
Perto de completar um ano do primeiro caso de coronavírus (COVID-19), o Rio Grande do Sul vive o pior momento da pandemia. Diante deste cenário, o Governo do Estado publicou o Decreto 55.764, em edição extra Diário Oficial do Estado (DOE), que determina a suspensão geral das atividades em todo o território gaúcho, incluindo estabelecimento de atendimento ao público, reuniões, eventos, aglomerações e circulação de pessoas, tanto em áreas internas quanto externas, públicos ou privados, entre 22h e 5h, todos os dias, a partir deste sábado (20) até as 5h do dia 2 de março.
O prefeito de Butiá, Daniel Almeida, reforçou o pedido para que a população permaneça, sempre que possível, em casa. “Ignorar a pandemia é colocar em risco as pessoas que amamos. A pior fase dessa crise no Estado é refletida em Butiá, com o preocupante avanço da COVID-19. Não é hora de festa, mas sim de união para minimizar as perdas até a chegada efetiva das vacinas”, afirmou Daniel, ao lembrar que quem circula somos nós e não o vírus.
 
O secretário Municipal de Saúde, Paulo Almeida, afirmou que o Poder Público está empenhado no combate à pandemia, mas que nenhuma ação será suficiente sem o apoio da comunidade. “Os hospitais estão lotados, refletindo o preocupante aumento diário de casos, cenário que, infelizmente, temos hoje em Butiá. A nossa cidade precisa estar unida no cumprimento dos protocolos de saúde. Se não tivermos esse esforço conjunto, pessoas seguirão sofrendo com essa grave doença”, alertou.
 
A medida não se aplica para farmácias, hospitais, clínicas médicas, serviços funerários, serviços agropecuários, veterinários, assistência social, atendimento à população em estado de vulnerabilidade e que realizem atendimento exclusivamente na modalidade de tele-entrega. Em postos de combustíveis, vedada, em qualquer caso, a aglomeração de pessoas nos espaços de circulação e nas suas dependências e os dedicados à alimentação e à hospedagem de transportadores de cargas e de passageiros, especialmente os situados em estradas e rodovias, inclusive em zonas urbanas, hotéis e similares.
 
Forças de Segurança do Estado mobilizadas
O vice-governador do Estado e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, anunciou que a orientação para a abordagem inicial é de dialogar e alertar que não é momento para aglomerações. “Precisamos nos esforçar ao máximo para frear a pandemia, que se encontra no pior momento no Estado. Mas aqueles que insistirem em transgredir a determinação serão conduzidos a uma delegacia para autuação. Não temos o objetivo de sair fazendo detenções, mas precisamos deixar muito claro que o momento exige a observação rigorosa das medidas de prevenção e as forças de segurança farão o necessário para fazer valer a regra", afirmou o vice-governador.
Prefeitura Municipal de Butiá - Rua do Comércio, 590 - Bairro Centro - Butiá - RS

Off Canvas Menu