Projeto 'Butiá: Eu Amo, Eu cuido' entrevista essa semana a professora Vanderlete Neves

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Com o objetivo de apresentar à comunidade pessoas que trabalham para uma sociedade mais perseverante, integrada e cidadã, a Prefeitura de Butiá deu início ao projeto “Butiá: Eu Amo, Eu Cuido”, que visa entrevistar e mostrar o trabalho de um servidor público por semana. A ideia é apresentar os colaboradores e suas iniciativas em busca de uma cidade cidadã.

A entrevistada do projeto essa semana é uma funcionária pública que atua na Secretaria Municipal de Educação. A professora Vanderlete Neves, que atualmente é supervisora da Escola Municipal Maria Camargo.

Há quanto tempo trabalha no serviço público?

- Eu sou servidora pública há quase 50 anos. No dia 1º de março de 2019, completo 50 anos como funcionária pública!

Nesse período, quais atividades já executou?

- Fui professora de séries iniciais, séries finais e ensino médio. Também atuei por 18 anos na Secretaria Municipal de Educação despenhando várias funções. Desde 1990 estou trabalhando como supervisora tendo passagem por várias escolas, mas hoje sou supervisora da Escola Municipal Maria Camargo. Aliás, tive uma passagem anteriormente pela instituição, pois em 2005 fui diretora.

Entre as atividades praticadas, qual mais gostou de exercer?

- Acredito que todas as funções que a gente exerce é aprendizado. Então, se hoje me considero uma supervisora atuante é devido a todos esses setores que passei!

Qual sua relação com a comunidade butiaense?

- Eu sempre primei muito pela ética! Assim acredito que sou respeitada pela sociedade e no ambiente de trabalho por este fator na minha vida.

Qual é a sensação de contribuir diretamente para a comunidade e o quanto isso colabora no seu crescimento profissional e pessoal?

- Eu acho que é uma sensação de dever cumprindo. Hoje, eu vejo e critico bastante, pois o funcionalismo perdeu um pouco da sua ética, perdeu o tratamento a pessoa que vem nos procurar. Acho que nós temos o dever de atender bem!

O que é ser funcionário público?

- Em primeiro lugar, o funcionário público deve saber seus deveres. Saber que ele não está ali de favor. É saber que nós temos que tratar o outro como muita responsabilidade, por que nós podemos ser o exemplo para a iniciativa privada ou outras entidades.

Como acha que o butiaense pode colaborar para uma cidade mais cidadã?

- Acredito que é sempre saber o seu dever e sua ética! Para termos uma cidade cidadã, é preciso fazer uma reflexão de como está a minha casa, a minha família, para depois pensar na cidade. Eu tenho que começar da minha casa, do meu ambiente, daí vem para escola. Acredito que todos nós temos a nossa parte de responsabilidade.

Um fato marcante da sua trajetória profissional?

- Dentro do funcionalismo o fato que me marcou foi ter sido a primeira funcionaria padrão do município de Butiá, sendo escolhida por funcionários e professores.

O que espera para o futuro de Butiá?

- Espero o resultado de trabalho dentro das escolas. A educação fará a diferença para termos uma cidade mais cidadã.

Fazendo uma retrospectiva da sua vida profissional, você faria tudo novamente?

- Com certeza!

Prefeitura Municipal de Butiá - Rua do Comércio, 590 - Bairro Centro - Butiá - RS